Domingo, 24 de Maio de 2009

Fazer [num árido sistema de vasos comungantes]


 

 

Nos dias em que nada faço, vejo aquilo que os outros  criam. Então, no silêncio da minha letargia, ponho-me a olhar… E uma grande incerteza enfraquece o meu pensar… Não sei se eles sabem o que estão a fazer… ou se é tosca a janela por onde estou a espreitar!

 

 

(imagem da internet)

 


12 comentários:
De Jorge Soares a 24 de Maio de 2009 às 20:23
Sabes uma coisa amiga.... estamos a olhar para o lado errado, só pode.... temos que olhar para o outro lado.



Boa semana


De Paola a 24 de Maio de 2009 às 20:29
Talvez, amigo, talvez. Mas que anda muita gente a fazer "coisas"´, lá isso anda. Por vezes, sem saber o mal que faz aos outros...

Beijinhos


De jabeiteslp a 24 de Maio de 2009 às 22:26


ofuscas seja que janela tosca
e o teu sorriso escrito
os mimos das palavras mais encontradas
universo teu
delicado dificil de momentos em sentimentos
e imagino
a mais bela flor à brisa dos ventos...

a melhor das brisas para ti
beijinho









De Paola a 24 de Maio de 2009 às 22:36
Os teus comentários são sempre mimos... Pois é, amigo. Há quem faça... sem perceber que magoa os outros...

Boa semana.

Beijinho


De jabeiteslp a 24 de Maio de 2009 às 22:42

beijinho e boa semana

força...


De Paola a 24 de Maio de 2009 às 22:46
Beijinhos.


De umbreveolhar a 24 de Maio de 2009 às 23:49
Olá minha estimada amiga,
O defeito não é com certeza da janela por onde estás a espreitar, mas provavelmente do que gostarias de ver, e que não enfraquecesse o teu pensar...
Cumprimentos do amigo,
Carlos Alberto Borges


De Paola a 25 de Maio de 2009 às 17:07
Tens razão, amigo. O mal não está na janela, mas em quem passa...

Beijinhos.


De Graça a 25 de Maio de 2009 às 12:37
Minha amiga,

A tua janela não é tosca... eles não sabem mesmo o que estão a fazer... talvez, um dia, no meio do silêncio deles, encontrem uma janela para olhar.

[sabes, às vezes prefiro nem ter tempo para pensar... há pensamentos que magoam!]


Beijo num sorriso, sempre à tua janela




De Paola a 25 de Maio de 2009 às 17:13
Talvez um dia, eles estarão à janela... Duvido que percebam que fazem pode magoar alguém... Quando só olhamos para nós, não vemos os outros... Sabes que pensar magoa? É por isso que não penso...

Beijo abraçado.


De Nilson Barcelli a 25 de Maio de 2009 às 18:40
Será, o teu olhar, demasiado crítico?
Não sei...
Querida amiga, tem uma excelente semana.
Beijo.


De Paola a 25 de Maio de 2009 às 18:48
Pelo que se diz por aí, parece que sim... que gosto de olhar... de pensar... às vezes falo... outras não... Digo-te, meu amigo, que neste caso - tu sabes que eu nunca dou o contexto... é pessoal - até tenho razão. Reafirmo que há quem muito faça, sem se aperceber o mal que aos outros faz... Vês? O melhor é estar quieta... à janela... mesmo tosca...

Beijo terno. Boa semana.


Comentar post

Se escrevo o que sinto é porque assim diminuo a febre de sentir. O que confesso não tem importância, pois nada tem importância. Faço paisagens com o que sinto. [Fernando Pessoa]
Page copy protected against web site content infringement by Copyscape "Douce l'éternité qui coule des fontaines/ Au printemps quand le vent dissipe les brouillards/ Douce la porte ouverte à l'ombre du grand chêne/ Et douce son odeur dans la soie d'un foulard."

pontos recentes

Ontem [Como se fosse já]

Desacerto [desabafo de um...

A outra margem [restauro ...

Oportunidade

Palavras pequeninas [E cr...

O rio

Sardinheiras

No lado contrário

Gola de laço

A conversa das canções [a...

Convento de Jesus [no tem...

Água do rio

Pelo caminho [as cegonhas...

No tacho [da minha infân...

Memória

RSS

outros pontos

Admiro-me... só por olhar!

Locations of visitors to this page

Pesquisar neste blog

 

Abril 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


blogs SAPO

últimos comentários

A "fonte" é dada a narrativas extraordinárias...
Pois é...
Sabes uma coisa "pequenina"? Continuas a escrever ...
Por vezes, é assim...
Escrita poética Gostei.
Pois, sabe bem ler as tuas palavras... saudade.
Que lindo!! Como sempre, uma escrita deliciosa...U...
Bela e feliz noite de Natal Bonita
Pena que um piropo teu...não seja um bom diaaqui ...