Terça-feira, 26 de Maio de 2009

arder [entre a verdade, a mentira e o impedimento]

 
 

Acordei destapada pelo Sol que entrara afoitamente pela janela. Que descuido, o meu! Assim, como se eu fora raios que ele desbaratara em criança… Não era! Nem sou!

 

O meu corpo desejou chuva. Ao menos, ela chorava a meu lado. Molhávamos as mágoas. Emergíamos das dores. Do alto. No aprumo de ser.

 

Subitamente, lembrei-me que não posso apressá-la. Ela cai quando quer cair. E tombar. Na genialidade de acontecer. Escorregar. Alcoolizado desejo de molhar. Tantos rostos! Muitos! Copiosamente…

 

E eu cheguei a acreditar que ela apenas molhava o meu… Só que nunca aconteceu. Cheguei a pensar que estava apaixonada, mas descobri que era apenas desejo. É que eu sinto pela chuva a mesma coisa que sinto pelo Sol...

 

[fotografia de Ricardo Silva]

 

 

 


11 comentários:
De jabeiteslp a 26 de Maio de 2009 às 14:25

chuva brejeira
de espelhos raiantes
amantes...

uma boa tarde de sol
beijinho



De Paola a 26 de Maio de 2009 às 20:55
Confesso, pronto! Gosto mais da chuva... cai sempre de pé...


Beijinho


De jabeiteslp a 26 de Maio de 2009 às 21:10



De Paola a 26 de Maio de 2009 às 21:16
Às vezes do Sol, pronto. Mas morno, sim?


De jabeiteslp a 26 de Maio de 2009 às 21:52

ok...

tou mal
com crise de não sei o quê...



De Graça a 26 de Maio de 2009 às 22:01
Eu prefiro a chuva, miudinha, numa tarde cinzenta de Novembro... do sol... bem, do sol... bem, bem, do sol, não quero falar :)))

Um beijo amiga, com sabor a chocolate???????





De Paola a 26 de Maio de 2009 às 22:31
Não és de Sol, amiga. Não és... mesmo que o tenhas no olhar... Sabes, por tanto da chuva gostar até chego a pensar que ela chove só para mim... Vês a estupidez?

Beijinho abraçado. Muito terno. Doce. Sem chocolate, só porque não gostas...


De Jorge Soares a 26 de Maio de 2009 às 23:09
Engraçado... porque eu achava que era o único maluco que gosto de chuva.... e do silêncio que ela traz.

O sol, bom, o sol é bom quando já estamos fartos de chuva... ou para entrar pela janela e nos mostrar que seguimos ali, iguais a nós...e a gostar mais de chuva.

Beijinho
Jorge


De Paola a 26 de Maio de 2009 às 23:22
Então, meu amigo, eu sou sou maluca também. Adoro a chuva... a música que ela tem... O Sol? Também... para mais desejar a chuva... miudinha... cinzenta... envolvente... melodiosa... assim, só para mim...

Beijinho


De emilia a 27 de Maio de 2009 às 17:40
Nos dias que nada FAZES, fazes mais e melhor do que aqueles que, fazendo, não sabem realmente o que Fazem.

Bj.
Emília


De Paola a 27 de Maio de 2009 às 17:51
Bom... Deixa lá ver se percebi... Vou ler outra vez... Penso que percebi... És linda!!!!

Beijinho doce, querida Emília.


Comentar post

Se escrevo o que sinto é porque assim diminuo a febre de sentir. O que confesso não tem importância, pois nada tem importância. Faço paisagens com o que sinto. [Fernando Pessoa]
Page copy protected against web site content infringement by Copyscape "Douce l'éternité qui coule des fontaines/ Au printemps quand le vent dissipe les brouillards/ Douce la porte ouverte à l'ombre du grand chêne/ Et douce son odeur dans la soie d'un foulard."

pontos recentes

Ontem [Como se fosse já]

Desacerto [desabafo de um...

A outra margem [restauro ...

Oportunidade

Palavras pequeninas [E cr...

O rio

Sardinheiras

No lado contrário

Gola de laço

A conversa das canções [a...

Convento de Jesus [no tem...

Água do rio

Pelo caminho [as cegonhas...

No tacho [da minha infân...

Memória

RSS

outros pontos

Admiro-me... só por olhar!

Locations of visitors to this page

Pesquisar neste blog

 

Abril 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


SAPO Blogs

últimos comentários

A "fonte" é dada a narrativas extraordinárias...
Pois é...
Sabes uma coisa "pequenina"? Continuas a escrever ...
Por vezes, é assim...
Escrita poética Gostei.
Pois, sabe bem ler as tuas palavras... saudade.
Que lindo!! Como sempre, uma escrita deliciosa...U...
Bela e feliz noite de Natal Bonita
Pena que um piropo teu...não seja um bom diaaqui ...