Quinta-feira, 25 de Junho de 2009

contar [no resto das sombras]

 
 
- Somos nós três. Na rota do Sol…
- Dois. Eu não conto…
- Eu vejo três. Um… dois… três!
- Não vês!! Mas crês?
- Sim! Um… dois… três…

- Conta outra vez. Apenas o que vês.

- Já o fiz. A conta está certa. Três!

- Amigos, a sombra não conta…
- Sou eu!      
- Não! Não! Descortês!
- Amigo, a sombra não amedronta…
- A do medo sim…
- Vocês?
- Da periferia do mundo.
- Da ausência da luz.

- Eu estou aqui. Dentro de mim. O exterior não conta!


 
 

 


14 comentários:
De jabeiteslp a 25 de Junho de 2009 às 20:43


bonito o encanto da palavra
no retrato vivo de um momento...

beijinhos







De Paola a 25 de Junho de 2009 às 20:51
Sabes, amigo, o importante não é o brilho... a luz... a ilusão... o exterior não conta... o interior somos nós.

Beijinhos.


De jabeiteslp a 25 de Junho de 2009 às 21:05

o ser de ser...

beijinho


De Graça a 25 de Junho de 2009 às 21:49
Eu estou aqui também... dentro de mim. Como gostei da verdade simples... eu queria dizer mais, mas depois ralhas comigo :)).

Confesso que o "triálogo" me lembrou outros do género... rápidos e nem sempre perceptíveis para os outros.

Sou fã deste tipo de textos!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Beijos muitos e meus






De Graça a 25 de Junho de 2009 às 21:51


[não vá dar-se o caso de te esqueceres :)]


De Paola a 25 de Junho de 2009 às 22:03
Irritei-me com a luz do primeiro. Convencido! Coisas... Tu sabes... qualquer "coisinha" é pretexto...

Beijo amiga. Abraçado.

Image


Encontre mais modelos aqui no:
Cyber Orkut – O Point dos Orkuteiros
ImageComunidade - Cyber Orkut - Scraps AnimadosImage




De Graça a 25 de Junho de 2009 às 22:55
Obrigada pelo ramo :))). Se pudesse, enviava-te a loja toda... ia dizer florista, mas soou tão mal... para que querias tu uma florista?????????????????


De Paola a 25 de Junho de 2009 às 23:05
Uma florista? Pintava-a da cor do Sol... com cheiro a terra fresca... Depois? Bem, depois, semeava... raminhos de violetas nas mãos. Nos olhos, a luz. Na boca o sabor dos sonhos. E chorava com ela... na alegria das flores.

Beijo abraçado.


De Jorge Soares a 26 de Junho de 2009 às 01:28
Belas as palavras.. belo o conjunto...

Um beijinho
Jorge


De Paola a 26 de Junho de 2009 às 21:01
Oi, Jorge! Daqui, do meu "ponto de admiração", vai a admiração que tenho por ti... pela causa que defendes.

Beijinho


De Sónia Pessoa a 26 de Junho de 2009 às 19:01
Aqui mandam-me pontuar o texto... não consigo, o que é belo não se quantifica, admira-se simplesmente... beijos gordos


De Paola a 26 de Junho de 2009 às 20:59
Amiga, aqui "pontuar" é mesmo pontuação, sinais de pontuação... ou não fosse este o meu "Ponto de Admiração".

Obrigada por teres vindo.

Beijo terno.


De Sónia Pessoa a 26 de Junho de 2009 às 23:24
Xi, amiga, tens razão, má interpretação minha... português traiçoeiro! Era bonito e pronto!rsss... beijinhos


De Paola a 27 de Junho de 2009 às 00:01
Beijo daqui... do ponto de admiração.


Comentar post

Se escrevo o que sinto é porque assim diminuo a febre de sentir. O que confesso não tem importância, pois nada tem importância. Faço paisagens com o que sinto. [Fernando Pessoa]
Page copy protected against web site content infringement by Copyscape "Douce l'éternité qui coule des fontaines/ Au printemps quand le vent dissipe les brouillards/ Douce la porte ouverte à l'ombre du grand chêne/ Et douce son odeur dans la soie d'un foulard."

pontos recentes

Ontem [Como se fosse já]

Desacerto [desabafo de um...

A outra margem [restauro ...

Oportunidade

Palavras pequeninas [E cr...

O rio

Sardinheiras

No lado contrário

Gola de laço

A conversa das canções [a...

Convento de Jesus [no tem...

Água do rio

Pelo caminho [as cegonhas...

No tacho [da minha infân...

Memória

RSS

outros pontos

Admiro-me... só por olhar!

Locations of visitors to this page

Pesquisar neste blog

 

Abril 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


blogs SAPO

últimos comentários

A "fonte" é dada a narrativas extraordinárias...
Pois é...
Sabes uma coisa "pequenina"? Continuas a escrever ...
Por vezes, é assim...
Escrita poética Gostei.
Pois, sabe bem ler as tuas palavras... saudade.
Que lindo!! Como sempre, uma escrita deliciosa...U...
Bela e feliz noite de Natal Bonita
Pena que um piropo teu...não seja um bom diaaqui ...