Sábado, 3 de Janeiro de 2009

parolar

 conversas ruidosas

 

- Viste o fogo?
- Pum-Pum-Pum. Bam-bum-pam. Pum! Sssss! Ssss!
 
- Ouviste, ao menos?
- Blast! bruum! Rat-rat-rat! Rá-tá-tá! Ratataaá-tá!
 
- De artifício!
- Swooish! fuiiim! vuum! zum!
 
- A música?
- Bounce! bóim! Clap! clap! Clap! plec! plec!
 
- O concerto, mulher!
- Lá…lá…lá… Zoom! zum! zoop!
 
- Contaste?
- Tique-taque…Tique-taque… 9, 8, 7, 6, 5, 4, 3, 2, 1, 0
 
-Telemóvel?
-Trim! trim! prim!
 
- Champanhe, bebeste?
- Glub! Glub! Glub! Blub! Glug!
 
- Beijo?
- Smack! Vjjj!
 
- Constipaste-te?
- A...TXIM… atchiiiiim! Coff! Oss! Uss!
 
- Todo o dia choveu…
- Pling…pling….pling …Chap…chap…
 
- E frio?
- Apeteceu-me enfiar os pés na torneira... me auto-arejar... chamar o mar… sentar-me no banco e devorar o ar fresco da noite... molhar os pulsos, os dedos, o rosto e mais o resto...  desaguar no frigorífico... ser urso polar com gelo... tomar banho de nevoeiro... saltar para o rio de roupa e tudo... Deus do céu, que calor!!!! Credo! Sus! Grrrr!
 
- Era necessário tanto barulho?
 - Er... Ahn ... Hã? Huh? hein?
 
- Não foi só um número que mudou?
- Hmmm hum...
 
- Foi!
- He! he! he! eh! eh! rê! rê! ...  Tanto ruído por causa de um nove!!
 

 


13 comentários:
De GMV a 2 de Janeiro de 2009 às 19:53
E calor, Paola? Era preciso tanto calor?????

Beijos meus (eu sei!!! tenho de a regar!)


De Paola a 2 de Janeiro de 2009 às 20:08
Excessivamente quente, amiga!

Beijos



De Jorge Soares a 3 de Janeiro de 2009 às 00:21
Calor?.... tu bebeste mesmo champanhe?.... para a próxima é só um cálice... certo?


Beijinho
Jorge


De Paola a 3 de Janeiro de 2009 às 00:32
Antes fosse... foi mesmo calor! Calor tão quente!!! Qualquer dos modos um "cálice" não chega...

Beijo


De jabeiteslp a 3 de Janeiro de 2009 às 20:41

ó lá lá
houve mesmo bailarico
e noite bem regada
no mais assim descrita
deduzo
ce soir nous irons danser
sans..........................

continuação de bom ano
beijinho da Covilhã




De Paola a 3 de Janeiro de 2009 às 20:51
Falso! Nada disso, apenas muito calor no local onde passei parte da noite... estava tanta gente!!!

On danse toujours avec nos rêves, nos fantômes... en écoutant une chanson!

Beijo


De jabeiteslp a 3 de Janeiro de 2009 às 21:06

imagino imagino`

"et je sais la chanson des Alpes"

um bom domingo
beijinho


De Paola a 3 de Janeiro de 2009 às 21:12
Pois... Afinal, apenas mudou um número. Não era preciso tanto ruído! Este não será um ano bondoso...
Bom domingo, também.

Beijo


De jabeiteslp a 3 de Janeiro de 2009 às 21:22
mas valeu o momento...

joca


De Utopia das Palavras a 3 de Janeiro de 2009 às 22:14
Amiga

Fizeste-me rir e eu adorei!
Está genial....
Afinal para quê tanta algazarra, o que é que mudou ou vai mudar? Tudo por causa de um número?

Dahhhh!!!

Beijinho


De Paola a 3 de Janeiro de 2009 às 22:40
Amiguinha,
Que bom teres gargalhado um pouco... a ideia foi , também, essa. Afinal, tanto alarido para quê, se tudo está exactamente como estava. Cada vez mais, os diálogos se enchem de onomatopeias e interjeições... são lamentos de um país a sofrer.

Ai, ai...
Beijinhos


De Utopia das Palavras a 3 de Janeiro de 2009 às 23:25
Esqueci de dizer que gosto imenso da nova decoração da tua casinha, e peço desculpa por saltar alguns posts, mas o tempo... essa coisa que nos faz correr para não sei onde??? não deixa!
Mas li e o Utopiar está lindo.

Beijos


De Paola a 3 de Janeiro de 2009 às 23:40
Estava a ver que nem reparavas! Uma pessoa a esforçar-se para ter tudo limpinho para o ano novo...

Obrigada, linda.

Vem sempre que puderes. Parece-me que o tempo mirrou. Será do frio?

Beijinhos


Comentar post

Se escrevo o que sinto é porque assim diminuo a febre de sentir. O que confesso não tem importância, pois nada tem importância. Faço paisagens com o que sinto. [Fernando Pessoa]

pontos recentes

Ontem [Como se fosse já]

Desacerto [desabafo de um...

A outra margem [restauro ...

Oportunidade

Palavras pequeninas [E cr...

O rio

Sardinheiras

No lado contrário

Gola de laço

A conversa das canções [a...

Convento de Jesus [no tem...

Água do rio

Pelo caminho [as cegonhas...

No tacho [da minha infân...

Memória

RSS

outros pontos

Admiro-me... só por olhar!

Pesquisar neste blog

 

Abril 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


SAPO Blogs

últimos comentários

Gostaria de saber se vcs mandar mudas de margarida...
A "fonte" é dada a narrativas extraordinárias...
Pois é...
Sabes uma coisa "pequenina"? Continuas a escrever ...
Por vezes, é assim...
Escrita poética Gostei.
Pois, sabe bem ler as tuas palavras... saudade.
Que lindo!! Como sempre, uma escrita deliciosa...U...
Em destaque no SAPO Blogs
pub