Terça-feira, 17 de Fevereiro de 2009

ajuntar

  

 

Fernando Botero

 

 

 

 

 

Hoje, não tenho verbo! Silencio-me na admiração. Apenas uma excepção, pequenina e muito excepcional, para os verbos de ligação. Com predicativo do sujeito… E vou conjugá-los sem ele ser, estar ou mesmo permanecer.
Sou frágil. Sou pedra que ganha a forma do tempo. Permaneço agindo pela emoção.
 
 

 
tags: ,

9 comentários:
De GMV a 17 de Fevereiro de 2009 às 23:48
E és linda por isso!!! Adoro-te quando és emocional... e quando não és também. Adoro-te sempre, aliás.

(apeteceu-me ser emocional também)

Beijos meus


De Paola a 18 de Fevereiro de 2009 às 14:34
... mas sou pedra, ams emocional!!

Adoro-te, também. Tu sabes...

Beijo abraçado à emoção do afecto


De Jorge Soares a 18 de Fevereiro de 2009 às 00:09
E por acaso não somos todos?... andamos com máscaras, fingimos, pretendemos ser... até queremos ser... mas no fundo.. somos frágeis... porque é isso que nos torna humanos.

(emocional.. né?)

Jorge
PS:Tira-me lá uma duvida..e amandar?.. é verbo?


De Paola a 18 de Fevereiro de 2009 às 14:45
Não é, não senhor! Calculo que um dia será... por tanto ser usado, entrará na norma da língua. Vai vencer-nos por cansaço. "Amandar" será um registo popular... talvez por analogia com "ateimar"... Como o prefixo "a" reforça o sentido da palavra, "amandar" tem mais força que mandar... Por enquanto, a forma correcta é mesmo mandar...

Beijinho


De Jorge Soares a 19 de Fevereiro de 2009 às 00:41
Não me lembro de ter ouvido a palavrinha antes... o meu filho trouxe-a da escola....e não há maneira de a deixar lá...... Setubalense e basta :-)

Beijinho



De jabeiteslp a 18 de Fevereiro de 2009 às 18:39


misterios
na forma do tempo
eu prefiro o contratempo
resisto ao advento...
ah
e vou enviar
a prova de que não tenho
aquela costela
de primata
pois tentei e de tanto tentar
confirmar...

beijinho da Covilhã
e nada de risos , aí vai...


De Paola a 19 de Fevereiro de 2009 às 00:32
Sem mistérios... o tempo não tem segredos. Apenas age por erosão...

Beijinhos


De sininho a 19 de Fevereiro de 2009 às 12:08
E a pedra resiste ao tempo ..e às tempestades da vida..jinhos


De Paola a 19 de Fevereiro de 2009 às 12:18
Vai resistindo, amiga. Vai resisitindo...

Beijos


Comentar post

Se escrevo o que sinto é porque assim diminuo a febre de sentir. O que confesso não tem importância, pois nada tem importância. Faço paisagens com o que sinto. [Fernando Pessoa]

pontos recentes

Ontem [Como se fosse já]

Desacerto [desabafo de um...

A outra margem [restauro ...

Oportunidade

Palavras pequeninas [E cr...

O rio

Sardinheiras

No lado contrário

Gola de laço

A conversa das canções [a...

Convento de Jesus [no tem...

Água do rio

Pelo caminho [as cegonhas...

No tacho [da minha infân...

Memória

RSS

outros pontos

Admiro-me... só por olhar!

Pesquisar neste blog

 

Abril 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


SAPO Blogs

últimos comentários

Gostaria de saber se vcs mandar mudas de margarida...
A "fonte" é dada a narrativas extraordinárias...
Pois é...
Sabes uma coisa "pequenina"? Continuas a escrever ...
Por vezes, é assim...
Escrita poética Gostei.
Pois, sabe bem ler as tuas palavras... saudade.
Que lindo!! Como sempre, uma escrita deliciosa...U...
Em destaque no SAPO Blogs
pub