Segunda-feira, 23 de Fevereiro de 2009

enfastiar

desabafo apócrifo

 

 

 breves divagações acerca   do...Tempo...

 

"O tempo cansa-me. Sobrepõe-se-me. Atreve-se a ensombrar passos amedrontados. Atropela-me sorrisos, faz-me encobrir emoções. Agita marés de falsos entendimentos. Desassossega-me, torna-se rebelde, de mansinho, de súbito, num breve instante. Dá reviravoltas às minhas certezas, brinca com os meus espaços, dá um passo em frente, outro atrás, troca-me as voltas. Deixa o meu olhar alvoroçado, inquieto, desajustado. Abre asas à minha eterna agitação, torna-me em instantes forte, e logo de seguida, ao abraçar o som calado das minhas memórias, deixa-me enfraquecida. Por vezes, faz-me esquecer o aroma das muitas velas colocadas e apagadas num doce bolo de anos envolto num açúcar tão branco, a afastar os receios...


Por vezes devolve-me pedaços de sonhos envoltos em algodão doce... O tempo cansa-me...Talvez apenas por ser bem mais forte do que os meus sonhos... "

 

MLB

 

Faz um tempo que não recomendo. Tem uma toada que estranho... Obrigada por teres tempo para mim e pelas palavras que me deste...

 

 

tempo pequeno

fotografia de Paola (editada)

 


11 comentários:
De umbreveolhar a 22 de Fevereiro de 2009 às 13:24
Olá minha amiga,
Gostei de ler este texto tão filosófico e eloquente, evidenciando contudo algum negativismo...
Mas é excelente, o que não é de estranhar no teu Blog de elevada qualidade onde predomina a boa escrita e bons pensamentos, como agora é o caso.
Parabéns!
Um Bom Domingo,
Carlos Alberto


De Paola a 22 de Fevereiro de 2009 às 13:39
Olá, Carlos.

O texto é bonito... foi uma amiga que mo enviou e eu aproveitei-o por gostar dele, por ter sido escrito para mim... o negativismo que encontras tem sabor a "educação", a "escola"... é este o sabor da maioria de nós...

Beijinhos


De GMV a 22 de Fevereiro de 2009 às 17:08
Está perfeito o texto que te escreveram... não seria de esperar outra coisa, tendo em conta o destinatário.

E porque sou "ciumenta", como sabes, amanhã vou ter tempo para ti e dar-te todas as minhas palavras!!! [saí-me bem????]

Beijos meus, querida Paola...



[passo aí às 8]


De Paola a 22 de Fevereiro de 2009 às 20:31
Concordo com os elogios ao texto... Gostei de o ter recebido, apesar do contexto. Que é meu e teu...

Beijo abraçado.

[Esperarei por ti.]


De jabeiteslp a 22 de Fevereiro de 2009 às 23:15


meninas meninas
nostalgias nostalgias

o melhor era vir abanar
o capacete às friuras da Serra
e para alegrar
uns zimbres com sabor a SHORT
nome mais em snob night
e esquecer o tempo maldito tempo que é morte...

que morram os meus ossos mas a mente não..

beijinho pra ti
e tchin tchin


De Paola a 22 de Fevereiro de 2009 às 23:27
Desabafos! São desabafos partilhados... para menos doer. Depois, vamos rejubilar...

Beijinhos

Retribuo


De jabeiteslp a 23 de Fevereiro de 2009 às 14:04


rejubilemos
mas eu vou mais
para as infusões de alambique...

um bom dia e desculpa só agora responder
mas o wireless, deu-lhe o mal , é dia sim dia não
beijinho


De Paola a 23 de Fevereiro de 2009 às 14:14
Não tens que pedir desculpa... Ora!!!! Só porque o wireless resolveu, neste tempo de Carnaval, mascarar-se de des-sinal?

Beijinho


De jabeiteslp a 23 de Fevereiro de 2009 às 14:40

se fosse só nestes dias
era bom
mas andam por aqui uns
serão da camara dos comuns ?
aqueles dos costumes e boas maneiras
364 dias e só amanhã pra descansar
tás a topar ?

beijinho


De Nilson Barcelli a 22 de Fevereiro de 2009 às 23:16
Gostei do texto.
Ainda não li nada do teu blogue, vinha apenas agradecer a tua visita.
Mas vou ler muito mais, passado e futuro, pela vista de olhos que já dei.
Boa semana, beijo.


De Paola a 22 de Fevereiro de 2009 às 23:34
Assim sendo, é a minha vez de te agradecer. Volta sempre. Obrigada.

Boa semana também para ti.

Beijinho


Comentar post

Se escrevo o que sinto é porque assim diminuo a febre de sentir. O que confesso não tem importância, pois nada tem importância. Faço paisagens com o que sinto. [Fernando Pessoa]

pontos recentes

Ontem [Como se fosse já]

Desacerto [desabafo de um...

A outra margem [restauro ...

Oportunidade

Palavras pequeninas [E cr...

O rio

Sardinheiras

No lado contrário

Gola de laço

A conversa das canções [a...

Convento de Jesus [no tem...

Água do rio

Pelo caminho [as cegonhas...

No tacho [da minha infân...

Memória

RSS

outros pontos

Admiro-me... só por olhar!

Pesquisar neste blog

 

Abril 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


SAPO Blogs

últimos comentários

A "fonte" é dada a narrativas extraordinárias...
Pois é...
Sabes uma coisa "pequenina"? Continuas a escrever ...
Por vezes, é assim...
Escrita poética Gostei.
Pois, sabe bem ler as tuas palavras... saudade.
Que lindo!! Como sempre, uma escrita deliciosa...U...
Bela e feliz noite de Natal Bonita
Pena que um piropo teu...não seja um bom diaaqui ...